terça-feira, 4 de setembro de 2012

Expedições Doenças Sem Fim

Do N10

Por meio de uma linha do tempo, o site promove uma viagem para desvendar o passado e o presente, ao longo de 100 anos, de doenças que já deveriam ter sumido do território e, no entanto, fazem parte da rotina em pleno 2012. De década a década descubra o que revelaram cientistas, conheça artigos de repercussão e atente principalmente para os personagens reais, sobreviventes de uma injusta e desigual luta pela vida.

A reportagem especial Expedições, doenças sem fim encontrou crianças expostas à esquistossomose e toda a sorte de verminose, tomando banho e fazendo necessidades fisiológicas nos rios porque não têm banheiro em casa.

Descobriu jovens da cidade e do interior com o coração quase parando por causa de uma doença sem registro obrigatório. Deparou-se com adolescentes grávidas marcadas pela hanseníase e leishmaniose. Resgatou velhos e novos herdeiros da doença de Chagas, além de uma nova geração vítima de tracoma e tuberculose. Foi atrás da quase exterminada filariose, que ainda atormenta quem mora junto a córregos e esgotos. A tuberculose também não ficou de fora.

Veja o site: http://especiais.ne10.uol.com.br/expedicoes/index.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário