segunda-feira, 1 de julho de 2013

CE realiza IV oficina de atualização em prova tuberculínia para enfermeiros dos SAE

Por Fagner Lopes

Durante toda a semana de 24 à 28 de junho, a Secretaria de Estado de Saúde do Ceará realizou a IV Oficina de atualização em Prova Tuberculínica (PT) para 25 enfermeiros de Serviços de Atenção Especializada (SAE) a pessoas vivendo com HIV/aids. O objetivo é implementar a prova tuberculínica nos SAE para detectar a infecção latente da tuberculose (ILTB).

Uma pessoa pode  ter o bacilo da tuberculose sem estar doente. É a chamada infecção latente da doença: silenciosa e assintomática. Visto que a tuberculose é a doença que mais leva pessoas vivendo com HIV a óbito, o diagnóstico precoce da ILTB e seu tratamento são fundamentais para prevenir o desenvolvimento da doença. 

Por esta razão, a pessoa com HIV/aids deve fazer a prova tuberculínica anualmente. Um exame simples e disponível nos serviços de saúde do SUS.

Com carga horária de 40h, a oficina contou com o apoio do Programa Estadual de Controle da Tuberculose, por meio da coordenadora Sheila Santiago, e dos enfermeiros multiplicadores Fagner Lopes, Rosalha Mota, Argina Gondim e Marisangela. 

Estas oficinas são parte de um projeto pioneiro no estado do Ceará, com metodologia validada pelo Ministério da Saúde. Em 2012 foram realizadas três oficinas, sendo esta IV, a primeira de 2013. 

Ao todo foram capacitados mais de 165 profissionais de saúde, sendo 125 enfermeiros e uma turma especial para 40 técnicos (enfermagem, laboratório e farmacêutico bioquímico). 

A V oficina já está programada para o mês de outubro.









2 comentários:

  1. Ficou maravilhosa Cissa..bjaum..é o Ceará saindo na frente

    ResponderExcluir
  2. Curso maravilhoso, tive a oportunidade de ser aluna e estou muito satisfeita!!!Obrigada pelo convite

    ResponderExcluir