terça-feira, 27 de março de 2018

Sessão solene no Congresso lembra Dia de Luta contra a Tuberculose

Fonte: Secretaria de Vigilância em Saúde


O Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, celebrado no último dia 24, foi lembrado nessa segunda-feira (26) em sessão especial na Câmara Federal por iniciativa da deputada federal Érika Kokay. Participaram do evento o diretor do Devit, Márcio Garcia; a coordenadora do PNCT, Denise Arakaki; Fábio Moherdaui, representando a OPAS/OMS; Afrânio Kritski, da Rede Global de Tuberculose; e Jair Brandão, da Parceria Brasileira de Luta contra a Tuberculose, além de servidores e colaboradores da SVS/MS e integrantes de organizações não governamentais.

Falando em nome do Devit, o diretor Márcio Garcia salientou a importância de incrementar a rede de parcerias, principalmente em relação aos gestores estaduais e municipais, para que o Brasil consiga alcançar a meta de reduzir a incidência da doença em 90% até 2035, cumprindo com a meta de objetivo do milênio (ODM) assumida junto a OMS. Atualmente, o país registra 33 casos de tuberculose em cada grupo de cem mil habitantes. O tratamento da doença é gratuito e oferecido pelo SUS.

O representante da OPAS/OMS, Fábio Moherdaui, falou da importância das lideranças políticas em todo o mundo participarem ativamente das ações de mobilização social para que os casos de tuberculose possam ser reduzidos. “A tuberculose não respeita fronteiras”, pontuou.

A deputada federal Érika Kokay encerrou a sessão especial destacando a importância de reconhecer que a tuberculose atinge principalmente as pessoas em situação de vulnerabilidade e que “o SUS deveria ser declarado como patrimônio imaterial da humanidade”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário