sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Frente Global de TB marca nova era na luta contra a tuberculose

Por Matt Oliver

Cidade do Cabo, África do Sul, 28 de novembro de 2015 - a segunda reunião da Frente Global de TB terminou hoje com um movimento sem precedentes marcado pela vontade política para liderar a luta contra a tuberculose (TB).

A reunião contou com 50 representantes políticos de 30 países, unidos a fim de discutir o que poderiam fazer, coletivamente e individualmente, para combater a doença. Com uma programação de três dias, os representantes ouviram apresentações de especialistas e líderes mundiais e da sociedade civil, e visitou programas de TB na área da Cidade do Cabo.

Os participantes da reunião eram membros da Frente Global de TB, um movimento mundial de parlamentares, fundado em Barcelona, em outubro de 2014. Desde a reunião inicial, com apenas nove países, a Frente cresceu e se tornou uma das maiores redes de seu tipo no mundo, adotando o apoio de mais de 1.000 parlamentares de 101 países.

A abertura da Conferência foi realizada pelo Dr Aaron Motsoaledi, Ministro da Saúde da África do Sul, em nome da Vice-Presidente Cyril Ramaphosa. Dr Motsoaledi é copresidente da Frente Global de TB e destacou o papel dos parlamentares na luta contra a doença. "O mundo acordou os novos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que visam à eliminação da TB, em 2030, e temos um novo Plano Global que nos instrui sobre como fazê-lo. Sem compromisso político, no entanto, o plano não terá sucesso. Cabe a cada um de nós mobilizar esse compromisso político ".

Durante a Conferência, os participantes ouviram as apresentações do Fundo Global de Combate ao HIV/Aids, TB e Malária e do Stop TB Partnership. Parlamentares defenderam com unanimidade o apoio ao próximo reabastecimento do Fundo Global, e discutiram formas de aumentar a responsabilização dos governos que recebem recursos do Fundo. Os parlamentares aprovaram ainda o Plano Global pelo Fim da TB 2016-2020 do Stop TB Partnership.
Parlamentares e Representantes dos países americanos

Dr. Lucica Ditiu, Secretária Executiva do Stop TB Partnership, chamou a atenção para a natureza singular da Frente Global de TB: "Essa é a maior reunião política de tuberculose dos últimos 100 anos e a única rede de seu tipo no mundo. A tuberculose é a doença infecciosa que mais mata no mundo, isso porque tem sido negligenciada há décadas. Essa reunião marca uma nova era na luta contra a doença".

Na sessão final, os parlamentares africanos formalizaram o compromisso de lançar uma Frente Parlamentar de TB Africana em julho 2016, em Durban. Parlamentares europeus e das Américas se comprometeram em lançar redes semelhantes até o final de 2016 para complementar a rede do Pacífico Asiático, criada em Agosto de 2015. Parlamentares se comprometeram ainda em estabelecer Frentes Nacionais de TB para o Dia Mundial da Tuberculose. Finalmente, houve acordo unânime para fundar um secretariado formal para apoiar os diversos trabalhos nos parlamentos.

Deputado uruguaio Luis Enrique Gallo e Dr Motsoaledi
No encerramento da reunião, o parlamentar Nick Herbert (Reino Unido), copresidente da Frente Global de TB, desafiou os participantes a cumprirem suas promessas: "A Frente Global de TB não é em si o objetivo final. Temos de nos certificar de que nós lideraremos a verdadeira ação contra a epidemia em cada um dos nossos países. Nós somos as pessoas que aprovam orçamentos,  leis, cobram resposta dos nossos governos, e nós temos uma plataforma. Nós temos o poder de impulsionar a mudança pelo fim da TB, e é isso que temos de fazer".

Para qualquer informação adicional sobre a Frente Global de TB, entre em contato com o Chefe do Secretariado, Matt Oliver: matt.oliver@globaltbcaucus.org, +44 (0) 7775 694767

Nenhum comentário:

Postar um comentário