terça-feira, 6 de setembro de 2016

Oportunidade de financiamento para ações de HIV/Aids voltadas para populações-chave

O Departamento de Estado do Gabinete do Coordenador Global dos Estados Unidos para AIDS e Diplomacia da Saúde (S/GAC) publica um Aviso de Oportunidade de Financiamento (NOFO – Notice of Funding Opportunity) para as organizações que se candidatem ao "Fundo de Investimento populações-chave (KPIF – Key Polulations Investment Fund)", de acordo com a disponibilidade de fundos.

O objetivo do KPIF é apoiar o aumento das ações executadas pela população-chave (KP – key population) para melhorar e expandir os serviços de qualidade para HIV/Aids voltados para as populações-chave. O KPIF irá abordar o estigma, a discriminação e a violência contra esses grupos populacionais. O fundo visa à criação de serviços de qualidade que proporcionem o aumento da testagem para o HIV, melhoria na articulação dos serviços de prevenção e tratamento do HIV e a supressão da carga viral para mitigar a epidemia de HIV entre essas populações.

As doações deverão ser repassadas das organizações que recebem para as iniciativas que estejam baseadas nas comunidades para trabalhar as áreas e populações-chave destacadas abaixo:

Populações-chave são definidas como: homens gays e homens que fazem sexo com homens (HSH); transgêneros (TG), profissionais do sexo (PS), pessoas que usam drogas injetáveis ​​(PUDI), e as pessoas privadas de liberdade e em outros ambientes fechados.

Os países elegíveis são aqueles que se enquadram no âmbito do Plano de Emergência do Presidente dos EUA para o Alívio da Aids (Pepfar):

Os candidatos aprovados deverão demonstrar as capacidades e/ou experiência nas seguintes áreas:
1) Prestação de serviços de saúde às populações-chave integrado à defesa dos direitos humanos e respeito por todas as pessoas;
2) Solicitação e gestão de recursos destinados a organizações de base comunitária;
3) Assistência técnica, monitoramento de impacto e avaliação do programa, especialmente no que se referem à gestão de pequenas subvenções;
4) Capacidade para participar em um processo de planejamento baseado em dados;
5) Relações de colaboração fortes com organizações de base comunitária lideradas por populações-chave;
6) Construir relacionamentos com as partes interessadas relevantes no país, particularmente os programas do PEPFAR e,
7) Fortalecimento da capacidade organizacional e apoio à gestão do programa.

Os candidatos aprovados também devem demonstrar conhecimento da efetiva prevenção, cuidados com o HIV e intervenções de tratamento relacionados com as populações-chave existentes no país ou região; atividades apoiadas pelo PEPFAR, outros doadores, os governos locais / nacionais, e o Fundo Global Combate à Aids, Tuberculose e Malária (Fundo Global).

A data limite para o envio das candidaturas é o dia 21 de outubro de 2016.

Para saber mais, acesse o documento original em inglês.



Nenhum comentário:

Postar um comentário