quinta-feira, 30 de agosto de 2012

PMCT/ São Paulo e Fundação José Silveira qualificam profissionais médicos e enfermeiros na abordagem clínico -terapêutica

Por Eri Ishi

Dando continuidade à qualificação dos profissionais médicos e enfermeiros da rede de Unidades Básicas de Saúde da cidade de São Paulo (440 UBSs), o Programa Municipal de Controle da Tuberculose de São Paulo, em parceria com a Fundação José Silveira, iniciou neste mês de agosto capacitação na abordagem clínico-terapêutica.

As duas primeiras turmas (1 matutino/ 1 vespertino) tiveram aulas nos dias 10, 24 e fecham a capacitação nesta sexta-feira, 31. Uma terceira turma está prevista para ter aulas nos dias 11 de setembro e 09 e 16 de outubro, no turno da tarde. As capacitações são realizadas na Coordenação de Vigilância em Saúde - COVISA.

A capacitação tem como objetivo  ampliar o diagnóstico e o tratamento precoce dos pacientes com tuberculose e também organizar o Programa de Controle da Tuberculose nas unidades de saúde. Além da parte teórica, todos os cursando devem participar de 3 reuniões clínicas nas quais devem ser apresentados casos das respectivas unidades de saúde.

Com carga horária total de 26h, serão capacitados 210 profissionais (divididos em 3 turmas), de 140 UBSs. Ao fim do curso, todos os participantes deverão apresentar “Relatório sobre a avaliação dos casos de abandono ocorridos no ano de 2011 da Unidade de Saúde” de atuação do profissional.

A exposição participativa está sendo ministrada por:

Dra. Márcia Seiscento, médica pnemulogista Hospital das Clínicas -SP;
Dr. Sidney Bombarda, médico pneumologista / Centro de Vigilância Epidemiológica - SES e coordenador da Referência Terciária AE Tucuruvi;
Dra. Naomi Komatsu, médica Sanitarista, coordenadora do PCT da Cidade de São Paulo;

Nenhum comentário:

Postar um comentário